A Sturmabteilung, frequentemente abreviada como SA, foi uma organização paramilitar alemã que desempenhou um papel crucial durante os primeiros anos do Terceiro Reich. Fundada em 1920 por Ernst Röhm, a SA evoluiu para se tornar um elemento essencial na ascensão do Partido Nazista ao poder.

A unidade SA em Berlim em 1932
A unidade SA em Berlim em 1932.

Acesse também: Explorando a História da Sicherheitsdienst (SD)

As Origens e a Formação da SA

A formação da SA remonta a 1920, quando Ernst Röhm fundou a organização como um braço paramilitar do emergente Partido Nazista alemão. Em meio à agitação pós-Primeira Guerra Mundial e às tensões políticas, a necessidade de proteger comícios e reuniões partidárias levou à criação da SA. Essa fase inicial viu a organização adotar um papel de defensora fervorosa das ideias nazistas, destacando-se por seu comprometimento com a proteção do partido e a promoção de sua agenda.

Rohm, fundador da SA, como Hauptmann (capitão) em 1924
Rohm, fundador da SA, como Hauptmann (capitão) em 1924.

O Crescimento da Sturmabteilung e suas Táticas

À medida que o Partido Nazista ganhava terreno, a organização crescia em número e influência. Suas fileiras eram compostas principalmente por membros leais e ideologicamente comprometidos, muitos dos quais viam na SA uma oportunidade de expressar seu apoio apaixonado às ideias nazistas. A organização não hesitava em empregar táticas agressivas durante confrontos políticos, criando uma reputação de combatividade que impulsionava sua imagem e intimidava adversários.

Livro A chegada do terceiro Reich: Uma obra magistral, o livro com o qual todos os outros sobre o assunto deve ser comparado

Internamente, a SA era organizada em unidades locais, cada uma liderada por figuras carismáticas e devotas a Adolf Hitler. Essa estrutura hierárquica proporcionava à organização uma coesão fundamental para sua eficácia. Os líderes dela desempenhavam um papel crucial na disseminação da ideologia nazista entre os membros, contribuindo para a formação de uma unidade coesa e leal. Essa fase de crescimento e consolidação da organização estabeleceu as bases para seu papel posterior nos eventos políticos da Alemanha nazista.

A Função e Estrutura Interna da SA

A organização desempenhou um papel central na consolidação do poder nazista, exercendo suas funções como uma força paramilitar agressiva. Sua principal missão era criar uma atmosfera de intimidação e coerção, suprimindo a oposição política e reforçando a ideologia nazista. A SA tornou-se conhecida por sua presença marcante em eventos públicos, onde sua presença física e demonstrações de força buscavam silenciar críticos e dissidentes.

Hitler e Hermann Göring com tropas de choque Sturmabteilung em frente à Frauenkirche, Nuremberg em 1928
Hitler e Hermann Göring com tropas de choque SA em frente à Frauenkirche, Nuremberg em 1928.

Estrutura Hierárquica e Unidades Locais

Internamente, a SA era organizada em uma estrutura hierárquica, com líderes leais a Hitler desempenhando papéis-chave. Cada unidade local tinha seu próprio líder carismático, responsável por disseminar a ideologia nazista entre os membros e manter a coesão interna. Essa estrutura proporcionava uma base sólida para a eficácia da mesma, permitindo uma resposta coordenada a eventos políticos e garantindo a lealdade dos membros.

A agressividade da organização não se limitava apenas a eventos públicos; a organização também desempenhava um papel ativo na supressão de partidos políticos rivais. Suas táticas intimidadoras incluíam confrontos físicos e ameaças diretas, consolidando a reputação da SA como uma força formidável. Essa combinação de estrutura hierárquica sólida e ações agressivas ajudou a pavimentar o caminho para a ascensão do Partido Nazista ao poder, marcando a Sturmabteilung como uma força significativa nos primeiros anos do Terceiro Reich.

O Papel da Sturmabteilung na Noite das Facas Longas

A Noite das Facas Longas, ocorrida em junho de 1934, marcou um ponto crucial na história da SA. Adolf Hitler, buscando consolidar seu poder e eliminar possíveis rivais internos, direcionou sua atenção para ela, liderada por Ernst Röhm. Röhm, que havia desempenhado um papel significativo na ascensão do Partido Nazista, tornou-se alvo devido à sua crescente influência e à suspeita de querer estabelecer uma força militar independente.

Os arquitetos da noite das facas longas: Hitler, Göring , Goebbels e Hess . Apenas Himmler e Heydrich estão ausentes na Sturmabteilung
Os arquitetos da noite das facas longas: Hitler, Göring , Goebbels e Hess . Apenas Himmler e Heydrich estão ausentes.

A Purga Interna e o Declínio da SA

Durante a Noite das Facas Longas, as SS, lideradas por Heinrich Himmler, empreenderam uma purga brutal contra a liderança da SA. Röhm e outros líderes da mesma foram presos e, em muitos casos, executados sumariamente. Esse evento marcou uma mudança fundamental no papel dela, que viu seu poder militar substancialmente reduzido. A liderança carismática da SA foi decapitada, e a organização enfrentou um declínio significativo em termos de influência política e militar.

A Noite das Facas Longas teve impactos duradouros na dinâmica política do Terceiro Reich. A organização, outrora uma força poderosa, foi relegada a um papel secundário, enquanto a Schutzstaffel (SS) emergia como a principal força paramilitar do regime nazista. O episódio não apenas consolidou o poder de Hitler, mas também demonstrou a brutalidade interna do regime, sinalizando a disposição de eliminar até mesmo figuras anteriormente leais para manter o controle absoluto. Tal acontecimento permanece como um capítulo sombrio na história da SA, marcando o declínio irreversível de uma organização que desempenhara um papel crucial nos estágios iniciais do nazismo.

FAQ

Quem fundou a Sturmabteilung (SA) e qual era seu propósito inicial?

A SA foi fundada por Ernst Röhm em 1920 como um braço paramilitar do Partido Nazista, destinado a proteger comícios e reuniões do partido.

Qual era a função principal da SA durante os primeiros anos do Terceiro Reich?

A principal função da SA era criar uma atmosfera de intimidação e coerção, suprimindo a oposição política e promovendo a ideologia nazista por meio de táticas agressivas.

O que aconteceu durante a Noite das Facas Longas e como isso impactou a SA?

A Noite das Facas Longas, em 1934, foi uma purga interna ordenada por Hitler contra a liderança da SA, resultando na prisão e execução de Ernst Röhm e outros líderes. Isso marcou o declínio significativo da SA.

Como a estrutura interna da SA contribuiu para sua eficácia?

A SA tinha uma estrutura hierárquica com líderes locais carismáticos, promovendo a coesão interna e a disseminação da ideologia nazista entre os membros, o que contribuiu para sua eficácia.

Qual foi o destino final da SA e como seu legado é percebido hoje?

Com a derrota alemã na Segunda Guerra Mundial, a SA foi oficialmente dissolvida pelos Aliados. Seu legado é complexo, sendo percebido de maneira controversa, lembrando-nos dos perigos das organizações paramilitares em períodos de instabilidade política.

Deixe uma reação

Engraçado
0
Feliz
0
Amei
0
Interessante
0
Daniel R Nunes
Daniel é amante da leitura, dos livros e de ensinar. Redator iniciante, professor voluntário da Escola Bíblica Dominical (EBD) e fundador do projeto "Destrinchando a Guerra". Tem interesse em temas que envolvem guerras, espionagem, mistério, suspense e teologia.

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *